Um blog com muitas estórias

Um blog com muitas estórias

Republicar Assertiva teria sido um trabalho proibitivo se feito apenas por mim.

Do período de sua publicação contínua, entre 2006 e 2014, foram recuperadas 580 postagens, mais de 348.000 palavras que resultariam no equivalente a um livro de mais de 700 páginas. Mas apenas 60% do blog está nesta nova roupagem. O restante será incorporado ao longo dos próximos meses.

Em seu ano de maior movimento (2007-2008) Assertiva atingiu picos de mais de 1.000 visitas por mês. Um número significativo para um blog pessoal e conhecido apenas dos amigos.

Um período de doze meses entre 2013 e 2014 se perdeu quando a empresa em que estava hospedado o blog foi vendida ao UOL. Seguiu-se um entrevero com o UOL que acabou impedindo o download do banco de dados. E como desgraça pouca é bobagem, o disco no qual o backup se encontrava resolveu falecer naquele mesmo momento. Muito material desapareceu para sempre. Lembro particularmente de um poema chamado In Vino Veritas. Gostava tanto dele que não tive coragem de reescrevê-lo de memória.

Assertiva é, sobretudo, um blog de estórias. E não me refiro aos contos. Cada postagem, cada poema, cada memória ou opinião têm um estória subjacente ao texto. Há uma história na raiz de cada texto, seja poema ou prosa. Sei o que motivou cada postagem, mesmo as menos óbvias como as entreváridas.

E é para comemorar a volta do blog que escrevi ou escolhi algumas coisas sobre a sua história e sua trajetória. Essas memórias estão nas seis postagens no cabeçalho desta edição. Inclusive  A culpa é da Dora, a crônica inaugural de Assertiva.