Tarde, mas não muito

Estava eu em meu lugar
Olhando a vida passar
Correndo pela janela

E passaram muitas moças
Bonitas com muita pressa
E passou um passarinho
Voando fazer seu ninho
E carros esfumaçando
E flores desabrochando
E velhos sentindo dor
Um casal fazendo amor
Tratores levando tudo
O metrô fazendo um furo
Tinha céu com sol e lua
E chuva a cair na rua
E o chão chupando tudo

Estava eu em meu lugar
Olhando a vida passar
Fechou a janela o vento
Mas a vida muito esperta
Ficou do lado de dentro