Regalo

Rala e rola rente à rola
A rotunda rapariga
Rompe em rápida refrega
Rubro rego rebuçado
Rompendo o raso recato
Rugem a rasgo e sem receio
Na refrescante redoma
Do resedá do regato
Reposta a roupa rasgada
Repousa em roto regaço
Já refeito e regalado
O rapaz jaz relaxado
O relógio roda e roda
A réstia reduz seu rastro
A rima desfaz seu rito
E adormecem.