Olhos no Orkut

Olhos no Orkut

Pois não é que você disse
que em você o que mais gosta
são seus olhos, belos olhos?

(Mas não sabe nada deles
pois seus olhos só conhece
refletidos num espelho.)

Jamais os viu de soslaio
lançando ao ar um feitiço
que depois de insinuado
bota a alma em rebuliço

Não sabe como se fecham
quando vem sua risada
e fechados iluminam
o quarto, a casa, a fachada

Não sabe como molhados
exprimem bem do seu jeito
o que eu tenho escangalhado
bem lá dentro do seu peito

Não sabe como na cama
tezão, suor, travesseiro
antes que você goze
seus olhos gozam primeiro

Nos seus olhos eu vi tudo
pecado, inocência, ira
só não lembro de ter visto
a sombra duma mentira

(E então de curioso
aos seus olhos perguntei
o que mais gostavam neles)

Matreiros me responderam:
(Esconder não há porquê)
Que de tudo que tem neles
a coisa mais bela é você