Notícia boa

Muito trabalho, neste período que antecede minhas férias (forçadas). O Assertiva, pobrezinho, abandonado. Mas aconteceu uma coisa muito agradável estes dias, e que não posso deixar de compartilhar com vocês.

Quem acompanha meu blog desde o começo vai lembrar-se de uma postagem muito antiga – uma das primeiras – intitulada Por onde andará o Moura? (fui lá ver: na verdade é minha terceira postagem!).

Pois recebi um e-mail do Zé Luiz, seu filho que, sabe-se lá como (Google?) me descobriu. Logo em seguida da Marileni e também do Guga. Todos três eram não mais que fedelhos a última vez que os vi. Os dois primeiros vivem hoje em Portugal.

A Marileni (que já àquela época o pai chamava simplesmente de Loura, e parece que assim ficou sendo) já deu a notícia ao Moura, que espera um telefonema meu para combinarmos um histórico encontro.

Todos os e-mails são emocionantes, e é incrível como eles ainda lembram-se de mim. Quanto ao Moura, para quem não leu ainda a postagem original, é um desses personagens que passam pela vida da gente de forma marcante. Como já disse há quase três anos, minhas lembranças dele – e das peripécias envolvidas – dariam sozinhas um livro.

Fiquei muito feliz. Aguardem: em breve vocês vão conhecê-lo aqui pelo blog ou, quem sabe, pessoalmente.