Ficção

Mais alto, mais alto
o foguete no espaço
estrelas, só estrelas
do lado de fora
e o coração do menino
do lado de dentro
amando a laser
a sonhar o futuro

E o futuro de um salto
assim que nem aço
na alma se atrela
não quer ir embora
Menino felino
escapa do tempo
dispara seu feiser
matando o futuro

daí no escuro
descobre o menino
que nem uma amasia
no céu de veludo
uma linda galáxia