Eu por mim mesmo (1)

[Da série: Depois do stress, o stent.]

Não sou intelectual. Logo, não acho o BBB um programa escroto. Acredito piamente que seja apenas um programa de TV. Quem gosta não é, necessariamente, imbecil. Quem não gosta não é, automaticamente, inteligente.

Mas se algum intelectual de verdade quiser brigar eu topo discutir coisa séria. Como a obra do Blair, por exemplo. (Se você não sabe quem é o Blair e o que ele está fazendo na conversa, não se amofine. O pessoal que mete o pau no BBB também não sabe. Senta aqui e vamos assistir o Big Brother que hoje tem paredão.)