E ele, por onde andará?

E ele, por onde andará?

Ele era assim. Para que ficar apenas na teoria da física de escola? Era mais divertido passar horas girando um velho disco de 78 rotações…

Ler post →
Pioneiríssimo do skate

Pioneiríssimo do skate

O skate é um esporte radical com tecnologia de ponta. Rodas de uretano, pranchas de composite e por aí se vai. Para um cara como…

Ler post →
Tino, o desaparecido

Tino, o desaparecido

Há muitas pessoas desaparecidas ao longo da minha vida, além do Moura. A maioria faz enorme favor em continuar assim. Outras, eu gostaria de rever,…

Ler post →
Fernanda e o helicóptero

Fernanda e o helicóptero

Fernandinha era uma portuguesa legítima, nascida em Lisboa e trazida ainda criança para o Brasil. Não era, digamos, bela, mas pernuda e de bons peitos,…

Ler post →
Batmacumba  ê ê

Batmacumba ê ê

Em 1968 os Mutantes gravaram uma música do Gil e do Caetano chamada Bat Macumba. Era uma faixa do primeiro disco deles, em sua formação…

Ler post →
Cena doméstica

Cena doméstica

Noite agradável, chuva e vento depois de uma tarde infernalmente abafada e quente. Depois do excelente fusili cozido pela Tati e tornado delicioso pelas mãos…

Ler post →
Por onde andará o Moura?

Por onde andará o Moura?

O Moura é o cara mais gozado que conheci na vida. O estranho é que à época — mais de trinta anos atrás — eu…

Ler post →