Mutantes em Sampa

O novo CD duplo e o DVD dos Mutantes foram lançados e estão nas boas lojas do ramo. Imperdível. Quem achava que a nova edição dos mutantes apresentaria um show requentado e geriátrico está mordendo a língua. Não foi por falta de aviso: cantei a bola antes, aqui em Assertiva.
Trata-se da gravação ao vivo da apresentação de Londres — a que marcou a volta dos Mutantes — realizada ano passado no Barbican.

É uma apresentação empolgante, e que deve agradar a todas as gerações. Rock do bom, pop music made-in-Brazil e preciosidades da MPB. Tudo isso pode ser encontrado — e com grife.
No DVD o show tem uma produção e um acabamento nem sempre vistos por aqui — a Sony não brinca em serviço.

Os Mutantes mostram a irreverência e a alegria que sempre foi a marca do grupo mas, de alguma forma, ganharam em profundidade e emoção. Zelia Duncan dá o tom da brincadeira, divertindo-se a valer no palco em cumplicidade com Sergio Dias, que por sua vez mostra porque é um dos lordes das seis cordas. Arnaldinho tem vários momentos impagáveis. Arregaça a jaca em Mambo e emociona em Dia 36. E o Dinho, hein? Passado o suor inicial, mostra a intimidade com a bateria, depois de – acredite se quiser – 30 anos parado.

Mas prestem atenção aos detalhes: além do irrestível charme moleque de Zélia, a rapaziada deve ficar de olho em Simone Soul, a única mulher branca capaz de empalidecer uma deusa africana na percusão, e na backvocal Esmerya Bulgari, cuja beleza de voz só é rivalizada pela sua própria. E para não ser acusado de machismo, as moçoilas podem lubrificar os olhos com Victor Trida, o garoto dos sopros e do teclado, que faz da guitarra um cello em Dia 36 num dueto com Arnaldo.

E, finalmente, o show chega ao Brasil de maneira inusitada, mas bem do jeito que o Serginho queria: em São Paulo, e aberto ao público. Será lá no monumento do Ipiranga, no próximo dia 25 de janeiro, festejando o aniversário da cidade.

Corra pra loja e divirta-se. Acredite: essa edição é de colecionador. Histórica.

P.S: Tenho muito orgulho de ver meu nome registrado no álbum.